Gestão de e-commerce: 5 dicas para ter sucesso

O alcance da excelência na gestão de e-commerces é um desafio composto por várias etapas, exatamente porque esse modelo de loja não trabalha sozinho. Assim, engana-se quem acredita que após a criação da loja virtual basta sentar e esperar os resultados aparecerem. Lembre-se de que, apesar da falta de estrutura física, o e-commerce trabalha 24 horas por dia sem interrupções em seus serviços. Por isso, é essencial que os empreendedores tenham total controle sobre os processos e desenvolvam um planejamento adequado, tanto para a parte operacional quanto para o que diz respeito à comunicação e ao marketing. Quer saber como dar conta de tudo isso? Pois então confira os pontos que listamos no post de hoje para se obter sucesso na gestão de e-commerce:

Atendimento: todo o processo começa aqui

Todo mundo sabe bem do valor que um bom atendimento desempenha, mas, mesmo assim, é bastante comum vermos clientes se queixando da qualidade e da velocidade das respostas por parte das lojas virtuais. Uma dica muito boa, simples de ser aplicada e que facilita muito a vida do empreendedor é contar com modelos padronizados de e-mail para lidar adequadamente pelo menos com as perguntas e os problemas mais recorrentes. Você vai ver como esse ganho de tempo e esse esforço em prol da objetividade fará toda a diferença!

Métricas: não basta dar uma olhadinha

De nada adianta criar dezenas de estratégias se você não estiver disposto a acompanhar os resultados por elas gerados e analisar quais caminhos oferecem maiores chances de prosperar. Entenda desde já que esse acompanhamento não é uma opção! Atualmente, monitorar métricas de perto se tornou uma obrigação na rotina dos gestores de e-commerce, afinal, como saber se o que planejou está realmente dando certo se não se tem parâmetros para comparação?

Estoque: para não deixar seu cliente na mão

Nesse contexto, a teoria é de fácil compreensão, mas a prática envolve muito cuidado e organização. A verdade é que existem variadas formas de gerenciar seu estoque, mas, em primeiro lugar, você precisa conhecê-las a fim de descobrir quais oferecem as melhores opções para seu modelo de negócio. Então, pense por um momento e responda: você possui um depósito ou um local para guardar seus produtos? Esse depósito está integrado à sua loja virtual? Você usa a estratégia de dropshipping? Qual é o grau de confiança em relação a seus fornecedores? Você realiza conferências de estoque? Com que frequência? Com a análise dessas respostas já dá para elaborar um diagnóstico sobre sua gestão de estoque. Não se esqueça de que as vendas em grandes quantidades estão além das boas intenções, sendo preciso bastante organização e planejamento operacional.

Planejamento financeiro: base em dados

Como a projeção financeira consiste na sustentação de uma boa gestão de e-commerce, saber exatamente qual é o real fluxo de caixa do negócio, levando em conta o que entra e o que sai, além de quando cada transação acontece é necessário para pode traçar objetivos possíveis sem perder a noção da realidade. Não caia na armadilha de planejar suas finanças simplesmente através de achismos!

Marketing digital: esteja onde seus clientes estão

Tudo bem que divulgar sua empresa é essencial, mas também não é o caso de sair atirando para todos os lados! Pense bem: chamar a atenção de pessoas que não têm interesse nos seus produtos aumenta o índice de rejeição da página, consequentemente prejudicando o ranqueamento da sua loja virtual. O ideal é ter estratégias segmentadas, focando nos sites e nas redes sociais que seus clientes acessam. Como são muitas as oportunidades acessíveis de divulgação, informe-se antes de se decidir por uma ou por outra!

Deixe uma resposta